16º Dia: Aveiro,Figueira da Fóz e Nazaré

15º Dia: Rio Douro e Porto
outubro 15, 2015
17º Dia:Óbidos,Sintra e Lisboa
outubro 16, 2015

Saímos de Porto em direção à Aveiro, primeiro destino do dia. Pegamos uma auto estrada de 4 pistas e chegamos rapidinho. Logo que entramos já nos deparamos com o canal com suas gôndolas e o casario antigo. Tudo muito charmoso e romântico. Paramos a motoca e seguimos passeando. Uma consulta nos informou que o passeio de gôndola por todos os canais nos daria uma boa visão da cidade e que demorava apenas 45 minutos. Éramos os únicos mas poderíamos sair em 5 minutos. Resolvemos fazer, na última hora um casal de brasileiros com a filha aderiram ao passeio. Foi muito gostoso pois a guia, Dora, era muito divertida e foi explicando tudo de maneira despretensiosa e engraçada, logo no primeiro túnel nos disse que aquele buraco era o olho do .. de Aveiro… Já descontraiu o âmbiente de cara. Fomos depois comer os tais “ovos moles”, doce típico do lugar. Não gostei muito, é uma massa de ovos envolvida em hóstia.

Seguimos viagem por uma auto estrada. O Fábio havia colocado nossas capas de chuva e seu tênis preso sobre o baú direito mas não tinha conseguido prender direito. Lá pelas tantas coloquei a mão para me certificar que estava seguro e cadê? Dei um grito para o Fábio que logo parou. Quando fomos ver as coisas não haviam caído na estrada mas antes tivessem. Com o vento elas escorregaram e acabaram tampando o escapamento que aqueceu e derreteu não só as capas e o tênis mas também a lanterna e parte do baú. Mais um pouco e tudo pegaria fogo!!!Não imaginamos o tamanho do prejuízo quando retornarmos à locadora…

Com a moral lá embaixo seguimos para Figueira da Foz onde almoçaríamos a beira mar. A praia é muito bonita e como o restaurante que íamos estava fechado escolhemos um próximo, o Al Dente, e sentamos para almoçar. O garçon, o Jair era muito simpático, a comida muito gostosa mas tudo tinha um sabor meio amargo depois do ocorrido.

Seguimos por estradas menores passando por dentro de vilas balneárias e depois por praias lindas como Coimbrão,  Pedrogão , Vieira e outras até chegar à praia do Norte que era nosso maior interesse pois nessa praia foi surfada a maior onda do mundo com 78 pés por Garrett MacNamara e onde a Maya Gabeira, surfista brasileira, quase perdeu a vida.

Seguimos para o hotel para trocar de roupa e descemos para a cidade para passear. Demos uma caminhadinha mas o tempo esfriou e como nosso ânimo também tinha esfriado voltamos para o hotel de taxi e acabamos não saindo mais nem para jantar. Mas o amanhã sempre é de um novo dia.

FILE0018 FILE0019 FILE0022IMG_2209 IMG_2212 IMG_2236 IMG_2240 IMG_2243IMG_2214IMG_2263IMG_7045FILE0030IMG_2269IMG_2270 IMG_2282 IMG_2287 IMG_2289 IMG_2301 IMG_2302 IMG_2306 IMG_2309 IMG_2310 IMG_2313 IMG_2315 IMG_2318 IMG_2320 IMG_2325 IMG_2330 IMG_2333 IMG_2336 IMG_2338IMG_7074 IMG_7075 IMG_7077 IMG_7078 IMG_7079

Os comentários estão encerrados.