17º Dia:Óbidos,Sintra e Lisboa

16º Dia: Aveiro,Figueira da Fóz e Nazaré
outubro 15, 2015
18º DIa : Retorno ao Brasil e balanço da viagem
outubro 22, 2015

 

Saímos bem cedo de Nazaré para aproveitar o dia. Pegamos uma auto estrada para ficar mais rápido.

Chegamos às 9 hs em Óbidos e a cidade ainda estava vazia. Percorremos as ruelas quase correndo para ter tempo de ver tudo, mas deu dó pois a cidade é para lá de especial. A vontade era de percorrer tudo com calma, saboreando cada cantinho, olhando cada badulaque nas lojinhas e sentar num café e jogar conversa fora. Quem sabe em uma próxima vez. Mas ainda tive tempo para experimentar uma “ginjinha”, que é um licor de ginja, fruto semelhante à cereja, típico de Óbidos.

Seguimos viagem pelo trajeto do GPS, por estradas vicinais, passando por dentro de vilarejos, andando por estradinhas que margeavam o mar. Desfrutamos de vistas lindas. Especialmente em Peniche, que é a cidade mais ocidental da Europa. tem praias maravilhosas e a cidade em si também é muito charmosa, uma espécie de Búzios Lusa.

Serpenteando por estradinhas chegamos a Sintra. E me apaixonei novamente por mais uma cidade portuguesa. Sintra é cheia de história mas é também muito viva. Em meio a casarões e casarios, praças e plátanos pelas ruas, tem cafés e lojinhas e restaurantes. E tem muito burburinho e risos pelo ar. Beliscamos um almoço rápido num café,passamos pelo centro histórico e subimos a montanha em direção ao Castelo da Pena. Não pudemos desfrutar dos jardins mas percorremos todo o castelo que faz jus a fama que te o mais extravagantes e belos do continente. Ele é grandioso, exótico, alegre, quase infantil pela miscelânea de cores e texturas. Vale a visita.

Desistimos de passar por Cascais pois tínhamos que devolver a moto e antes disso resolver o problema do baú queimado. Fomos direto a uma concessionária BMW e além do baú, que seria entregue no dia seguinte, nos presenteamos com novas roupas de chuva pois as nossas derreteram junto com o baú.O Fábio me deixou no hotel e foi devolver a moto com a promessa do Mário, da Sahara Motos que não teria que pagar nada pois estava tudo certo. Qual o quê. Foi a maior briga pois eles querem nos cobrar o aluguel das motos que já pagamos ao Mário. O Fábio se recusou e ameaçou denunciá-los. A estória ficou para ser resolvida amanhã.

Um jantarzinho tranquilo encerrou a noite, comi as alheiras que tanto queria, bom demais!!!

FILE0056 IMG_2348 IMG_2371 IMG_2376IMG_7088IMG_2386 IMG_2388 IMG_2395 IMG_2397 IMG_2410IMG_7090IMG_7095IMG_7097IMG_7098IMG_7099IMG_7091IMG_2413 IMG_2414 IMG_2427 IMG_2429 IMG_2430 IMG_2432 IMG_2436 IMG_2457 IMG_2459 IMG_2462 IMG_2471 IMG_2479 IMG_2480 IMG_2494 IMG_2497 IMG_2501 IMG_2502IMG_7104 IMG_7105 IMG_7119 IMG_7121 IMG_7122 IMG_7124 IMG_7130 IMG_7132 IMG_7137 IMG_7139 IMG_7140 IMG_7156

 

 

 

Os comentários estão encerrados.