10º Dia : Explorando Marrakech

9º Dia: Cidade de Ait Benhaddou
outubro 9, 2015
11º Dia: Retorno a Tanger, último dia de Marrocos
outubro 10, 2015

Hoje é meu aniversário e poucas pessoas tem o mérito de passar seu aniversário em Marrakech. Eu disse que estaria “prá lá de Marrakech”.

Muitos cumprimentos no café da manhã, uma choradinha no saguão com mensagem da filha e partimos para a praça Jemma El Fna. Fomos em 4 casais e o dia foi muito, mas muito gostoso. Nos jogamos e embrenhamos pela medina e visitamos lojinhas e mais lojinhas.Fomos pintadas, aduladas e “azeitadas” pelos marroquinos. Teve quem oferecesse mil camelos e refeição gratuita, coisas de Marrakech. O grupo se entrosou maravilhosamente e demos muitas risadas.

Chegamos à praça que é a mesma bagunça das ruelas que a rodeiam. As motos, bicicletas e tuc tuc transitam como loucos serpenteando no meio da multidão. O trânsito é caótico, parece não existir nenhuma lógica ou norma, mas todo mundo se entende e no final dá tudo certo. Conhecemos um lindo palácio, Palácio Bahia. Uma riqueza de mosaicos e arabescos, lindo.

Almoçamos em um terraço com vista da praça. O serviço é muito lento mas lembramos que não estávamos em São Paulo e aguardamos quase pacientemente.Ganhei presentes do grupo e parabéns de todo restaurante. Apesar de estar longe de minha família o carinho de todos me aqueceu e passei um dia incrível.

Depois do almoço seguimos nosso passeio .Mais para frente vimos as cobras e macacos que se exibiam para fotos em troca de dinheiro e os donos eram muito agressivos. O Fábio teve que apagar fotos que havia tirado pois se recuou a pagar a exorbitância que pediram. Coisas de Marrrakech, aqui tudo tem um preço.

Depois desse incidente fomos conhecer uma igreja e de repente surgiu um taxi que cabia nós 6. Negociamos e ele nos levaria ao Jardim de Saint Laurent, e nos levaria ao hotel depois. Pelo caminho foi ficando nosso “chapa” e ainda nos levaria a uma farmácia especial na ‘faixa’. foi assustador andar com ele pela medina, dividindo as ruas, e as curvas com motos. Só Deus, ou Allah, sabem como saem ilesos.

Chegamos ao jardim quase fechando e só a Rê acabou encarando 70 dinares para conhecê-lo. Na volta passamos pela tal farmácia, Herboriste de Marrakech. Conhecemos produtos para tudo, de herpes a olheiras e alguns temperos também. Saídos de sacolinhas cheias.

Voltamos para o hotel cansados e resolvemos nem sair para jantar na praça iluminada como pretendíamos. Jantamos no hotel mesmo com nossos mais novos amigos que fizeram um brinde a meu aniversário.

Apesar de estar longe de minhas filhas e minha família esse foi um dia muito especial e alegre, por estar com pessoas especiais e alegres. Obrigada a todos.

IMG_6780 IMG_6781 IMG_6782 IMG_6783 IMG_6784 IMG_6785 IMG_6787 IMG_6788 IMG_6789 IMG_6792 IMG_6796 IMG_6797 IMG_6805 IMG_6812 IMG_6820 IMG_6821 IMG_6823 IMG_6824 IMG_6827 IMG_6832 IMG_6843 IMG_6847 IMG_6850 IMG_6860

 

Os comentários estão encerrados.